loader image
Conheça mais sobre a vida do Padre José Adelson Maria Ramos das Mercês

Ser padre é um dom, é vocação, dedicação, é ser pai, filho, pastor… é decidir doar-se integralmente.

Estas e outras características são vistas claramente em um homem que cativa e evangeliza tantas pessoas por onde passa: padre José Adelson Maria Ramos das Mercês.

Nascido em janeiro de 1959, na vila litorânea de São Raimundo, município de São João de Pirabas, é o mais novo de oito irmãos. De família católica, conheceu a doutrina cristã com sua mãe, Dona Guiomar Ramos das Mercês, que era professora leiga. Aos seis anos veio para Belém com a família e aos quatorze ingressou no Movimento da Juventude Nazarena, o MOJUVENA, da Paróquia de Nazaré.

A caminhada vocacional do jovem “Zé Ramos”, como era conhecido, começou em 1976, aos desesseis anos, quando ele e mais quatro rapazes foram convidados pelo Padre Mário Pozolli, diretor espiritual do Movimento, para inaugurar uma Casa Vocacional na Paróquia de Nazaré, na qual, ele ingressou em maio do mesmo ano.

Em janeiro de 1979, José Ramos, com mais 12 companheiros, começou o noviciado na cidade de Bragança, tendo por mestre o Padre Giovanni Incampo.

Em 18 de fevereiro de 1980, aos 21 anos, professou os votos simples e 7 anos depois, em novembro de 87, os votos perpétuos, e em Julho do ano seguinte, recebeu o Diaconato – tudo em Roma.

Foi ordenado padre no dia 25 de agosto de 1989, na Basílica Santuário de Nazaré, pelas mãos do venerando Dom Alberto Gaudêncio Ramos.

Padre Ramos diplomara-se em Filosofia Pura pelo Mosteiro de São Bento, em São Paulo; obtivera o Bacharelado em Sagrada Teologia pela Pontifícia Urbaniana, e o Mestrado em Teologia Dogmática pela Pontifícia Universidade Gregoriana – ambas em Roma.

Desde cedo atuou como Pároco de Nazaré no período de 1991 a 1999. Assumiu a Reitoria do Seminário Mãe da Divina Providência entre 1999 a 2006 e foi o primeiro Reitor da Basílica Santuário de 2006 a 2014, desenvolvendo um trabalho evangelizador com fé, amor e muita dedicação.

Padre Ramos, foi o responsável por importantes feitos que contribuíram para o crescimento da Casa da Rainha da Amazônia, como a idealização e construção da Casa de Plácido, o inicio da transmissão da Santa Missa pela Rede Vida de Televisão, a criação da Escola Nazarena da Fé, o lançamento da primeira Revista Santuário, assistiu o  Reconhecimento do Círio de Nazaré como Patrimônio Cultural da Humanidade pela UNESCO,  pela construção dos arcos fixos na Avenida Nazaré, a criação da Romaria dos Corredores, a implantação do calçadão em frente à Basílica Santuário com o apoio da Prefeitura de Belém, a  inauguração da Loja Lírio Mimoso; também foi responsável pelas Campanhas de construção da Capela Bom Pastor e reforma do Centro Social de Nazaré, além  de presença do processo de aquisição do terreno do Exército próximo à Basílica Santuário.

Em março de 2015 foi evangelizar em outras localidades: Bragança, município tão familiar à missão dos Padres Barnabitas. No mês de agosto do ano seguinte, foi nomeado Superior Provincial dos Barnabitas do Norte; atualmente é também Administrador das Obras Sociais da Paróquia de Nazaré, onde nesta nova fase, não parou nunca com o seu dinamismo empreendedor. Criou o Departamento de Marketing, realizou a troca do sistema analógico pelo Digital de transmissão da TV Santuário, criou as campanhas da “Água Mineral de Nossa Senhora de Nazaré”, “Somos Filhos da Rainha da Amazônia” e da linha exclusiva de produtos Glória de Nazaré, além de divulgar e apoiar a Campanha “Belém, a Casa do Pão”, que em 2018, obteve o recorde de arrecadação com 3.871 cestas básicas destinadas às famílias carentes. No mesmo ano, criou a “Comissão de Gestão financeira” da Diretoria da Festa de Nazaré e está reestruturando o Dízimo Paroquial.

Durante 26 anos atuou como professor de Teologia do Instituto de Formação Presbiterial da CNBB, que cedeu lugar à atual  Faculdade Católica de Belém.

Por todo tempo, Padre Ramos deu muita importância ao Ministério da Pregação, grande dom com que o Espírito Santo o dotou, proporcionando em suas homilias profundas “catequeses” sobre os mistérios da fé cristã. Devemos agradecer a Deus pelo dom da vida e missão deste “Barnabita”, cujo significado quer dizer “filho de consolação”.

Padre José Ramos, que a Virgem de Nazaré prossiga abençoando pela Vida e Missão da Ordem dos Barnabitas, nos 115 anos de presença no Brasil.

Texto: Andreia Teixeira/ Aline Andrade/ Karol Coelho e Yêda Sousa – ASCOM Basílica Santuário de Nazaré

 

Faça a sua doação

Para a modernização dos equipamentos de transmisão da SANTA MISSA

Share This