loader image
De aluno a professor: uma história de superação

Superar as adversidades e os obstáculos encontrados durante o percurso da vida e estar disposto a batalhar e vencer, exclusivamente, por mérito e dedicação. É difícil, mas não impossível.  Essa é uma história que vai contar um pouco sobre a vida de Wagner Djavan Rocha Chagas de 24 anos, morador de um bairro da periferia no município de Ananindeua, onde o Projeto Social Cantinho São Rafael mantido pelas Obras Sociais de Nazaré (OSPAN), atuou como grande incentivador dessa vitória.

Djavan ainda adolescente começou a trabalhar para ajudar a mãe que passava por necessidades financeiras, e mesmo precisando abdicar do tempo dedicado às atividades realizadas no “Cantinho”, feitas no turno oposto à escola, sempre esteve motivado a conquistar um futuro melhor por meio dos estudos. Segundo ele, “em nenhum momento pensei em sair da escola porque tinha consciência de que seria a educação que melhoraria a situações da minha família”, disse.

Um problema de saúde foi motivo para grandes provações durante a jornada, porém a fé o ajudou a não desistir e seguir em frente persistindo em cada batalha. “Logo no início a fé ficou abalada. Algumas vezes preferimos acreditar na capacidade dos médicos a capacidade de Deus. Foi um erro meu. Mas Deus fez um grande milagre em mim e eu fui curado”, esclareceu.

Nessa história, o Djavan trocou as incertezas provocadas por uma infância difícil ao sentimento de fé em acreditar que a sua missão era retribuir a dedicação e a paciência dos professores e colaboradores do Cantinho São Rafael que foram capazes de transformar sua vida De aluno a professor, Wagner Djavan ingressou na faculdade de Pedagogia tendo como inspiração os professores do projeto. “Escolhi cursar Pedagogia, por que é uma área abrangente, mas meu objetivo mesmo é ser professor e dar aula. Tive muitas referências dos educadores do projeto, em particular, as professoras Mônica Maia, Gisele e Socorro; da atenção que elas me davam que recebia quando era atendido”, explicou.

O sentimento de gratidão transborda e Wagner busca incentivar todos à sua volta. “Hoje eu me esforço para ser espelho aos alunos que me acompanham aqui no Cantinho São Rafael e na rua onde eu moro. A leitura é a minha grande aliada, pois é neste momento que eu compartilho com eles opiniões, contamos histórias etc.”, enfatizou.

Histórias como esta acontecem graças aos fiéis da associação de devotos de Nossa Senhora de Nazaré que ajudam mensalmente a manter toda a estrutura da Basílica Santuário das duas creches e um projeto social assistido pela Paróquia de Nazaré. Faça parte você também. Para se associar, basta entrar em contato através do site www.basilicadenazare.com.br ou ligando para o telefone (91) 40098448.

 

Texto: Yêda Sousa – Ascom Basílica Santuário de Nazaré

 

Faça a sua doação

Para a modernização dos equipamentos de transmisão da SANTA MISSA

Share This