loader image
Formação vocacional de um Barnabita

Considerado médico do corpo e da alma, Santo Antonio Maria Zaccaria é o fundador da Congregação dos Clérigos Regulares de São Paulo, sendo este o exemplo a ser seguido por aqueles que dedicam suas vidas a salvação de quem precisa da cura sanada pelo diviníssimo remédio, o incomparável amor de Jesus Cristo.

A vida de um candidato ao sacerdócio, bem como a do próprio sacerdote é de constante renúncia, diante esta vida missionária que tem como base solidificada, a maior expressão de força Divina: o amor. Por isso, cada etapa da formação vocacional requer a escolha diária de se fazer um servo de Jesus Cristo.

Saiba quais são as etapas formativas de um escolhido para a vida sacerdotal, na Congregação dos Clérigos Regulares de São Paulo – Padres Barnabitas:

Vocacionado (fase em que o candidato tem o primeiro contato com a família religiosa por meio dos encontros vocacionais; conhecidos também como despertar vocacional/ discernimento vocacional).No entanto, a partir do momento em que o vocacionado ingressa no seminário, o ciclo continua como você verá a seguir:

1-Aspirantado (aspirante): Neste momento, o jovem é chamado a “aspirar” o que ele busca, isto é visto por meio das formações que ocorrem no seminário. Dois anos.

2- Postulantado (postulante): Após cumprir a etapa do aspirantado e, inteiramente, certo de que da sua decisão, o vocacionado faz um pedido para ingressar ao postulantado. Metaforicamente, significa bater na nossa porta e dizer que deseja fazer parte da nossa família. O pedido é oficializado numa Santa Missa. Um ano.

3- Noviciado (noviço): Tendo concluído o período do postulantado partindo do próprio candidato, ele manifesta por escrito o desejo de fazer o noviciado ou ano canônico (importantíssimo para todos os religiosos). Aqui também o pedido é expresso publicamente na Santa Missa.

Detalhe: é de tradição celebrar o Santo Sacrifício e após a Comunhão fazer o Rito da Cruz (todos os barnabitas fazem isso!). Os noviços levam a Cruz até o noviciado donde se conclui a Santa Missa e depositam lá a Cruz de Cristo, que eles todos os dias, devem oscular.
Este de fato é um ano canônico, se iniciaram aos 10 de janeiro, concluirão aos 10 de janeiro do próximo ano. A formação aqui é concluída com a profissão religiosa (momento ímpar! É quando nos tornamos de fato um religioso Barnabita)

Esta etapa da vida religiosa é vivenciada em Santiago no Chile. Em 2020, cinco noviços vivenciam este período vocacional.

“Estamos cumprindo o ano canônico no noviciado na Congregação dos Padres Barnabitas. Aqui que se realiza o ano canônico do noviciado. Este é um ano imprescindível, obrigatório e prescrito no Código de Direito Canônico. Aqui, nos preparamos para os votos simples “temporários”, onde renovamos anualmente. Durante este período estudamos profundamente acerca da história da Congregação, a espiritualidade da vida religiosa, e por sermos uma congregação paulina, estudamos, obrigatoriamente, sobre São Paulo Apóstolo” (Diego Paixão, 24 anos)

4- Juniorato (junior)/Estudantado: É comum os chamarem de estudantes, pelo fato de que após a profissão passam a morar no Estudantado. Por tradição são chamados de “Don” e é acrescido ao nome de batismo o doce nome da Santíssima Virgem Maria.

Em 2020, três vocacionados irão à Roma para iniciarem este período da formação vocacional.

“Seguindo as etapas da formação devo iniciar os estudos da Sagrada Teologia, na Cidade Eterna, juntamente com meus confrades: Don F. Cleiber e Don Edvando. Com a pandemia estamos aguardando que tudo se normalizar para ingressarmos no estudantado romano. Grande é a expectativa para esse momento de suma importância para a vida religiosa e posteriormente sacerdotal” (Daniel M. Brito, 22 anos)

“Como sempre estamos em um processo formativo, então, há cada etapa concluída é um degrau a mais que subimos para a conclusão deste período. É de suma importância, porque já estamos no estudo conclusivo da Sagrada Teologia, conduzido por uma faculdade em que a Igreja exige que o candidato ao sacerdócio curse para que seja ordenado. É obrigatório. É na Teologia, que estudamos a Sagrada Escritura, matérias relacionadas à Igreja, bem como os Sacramentos que são de suma importância para um Pastor atender às suas ovelhas. Então estamos quase concluindo este processo de formação” (André Maria Nascimento, 25 anos)

5- Terminado o estudo da Sagrada Teologia é iniciado o chamado Tremezante, que são os três meses (atualmente são seis) destinados a profissão solene e ordenação diaconal.
Posteriormente a todas as etapas o jovem diácono, tendo passado os seis meses canônicos pode ser ordenado sacerdote. Sem embargo, a formação não acaba com a ordenação presbiteral. Há o que é denominado de formação permanente. Tais encontros acontecem, geralmente em Roma, e são propícios à reflexão, atualização e convivência com os demais confrades dos mais diversos países.

 

Faça a sua doação

Para a modernização dos equipamentos de transmisão da SANTA MISSA

Share This