loader image
Orientação de prevenção ao Coronavírus durante as celebrações

A Basílica Santuário de Nazaré e os Padres Barnabitas, junto a Arquidiocese de Belém, atentam-se com a atual situação de casos referentes ao Coronavírus (COVID-19) – não só este, mas também com vários outros tipos de vírus transmitidos por meio do ar –, e apresentam orientações  de prevenção para que se evite possíveis transmissões.

Entre as ações estão:
1) Durante as missas, em vez do abraço da paz, buscar fortalecer o sentimento de bem querer em relação ao próximo;

2) Na oração do Pai Nosso, ao invés de unir as mãos, seja cultivado, com mais intensidade, o compromisso com a fraterna comunhão;

3) Aos nossos irmãos sacerdotes e ministros, pedimos que orientem os fiéis a receber a comunhão na mão, tendo em vista que o vírus tem sido transmitido, além do contato físico, também pela saliva.

A aspiração dos Padres Barnabitas, que administram o Santuário da Rainha da Amazônia, é que os fiéis não esqueçam da importância de celebrar e viver bem os sagrados mistérios em comunidade.

 

O que é coronavírus?

Coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus foi descoberto em 31/12/19 após casos registrados na China. Provoca a doença chamada de coronavírus (COVID-19).

Os primeiros coronavírus humanos foram isolados pela primeira vez em 1937. No entanto, foi em 1965 que o vírus foi descrito como coronavírus, em decorrência do perfil na microscopia, parecendo uma coroa.

A maioria das pessoas se infecta com os coronavírus comuns ao longo da vida, sendo as crianças pequenas mais propensas a se infectarem com o tipo mais comum do vírus. Os coronavírus mais comuns que infectam humanos são o alpha coronavírus 229E e NL63 e beta coronavírus OC43, HKU1.

 

Tipos de coronavírus

Os tipos de coronavírus conhecidos até o momento são:

  • Alpha coronavírus 229E e NL63.
  • Beta coronavírus OC43 e HKU1.
  • SARS-CoV (causador da Síndrome Respiratória Aguda Grave ou SARS).
  • MERS-CoV (causador da Síndrome Respiratória do Oriente Médio ou MERS).
  • SARS-CoV-2: novo tipo de vírus do agente coronavírus, chamado de coronavírus, que surgiu na China em 31 de dezembro de 2019.

 

Quais são os sintomas do coronavírus?

Os sinais e sintomas do coronavírus são principalmente respiratórios, semelhantes a um resfriado. Podem, também, causar infecção do trato respiratório inferior, como as pneumonias. No entanto, o coronavírus (SARS-CoV-2) ainda precisa de mais estudos e investigações para caracterizar melhor os sinais e sintomas da doença.

Os principais são sintomas conhecidos até o momento são:

  • Febre.
  • Tosse.
  • Dificuldade para respirar.

 

 Como prevenir o coronavírus?

O Ministério da Saúde orienta cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o coronavírus. Entre as medidas estão:

  • Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização. Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool.
  • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.
  • Evitar contato próximo com pessoas doentes.
  • Ficar em casa quando estiver doente.
  • Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo.
  • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com freqüência.

Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (máscara cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).

Para a realização de procedimentos que gerem aerossolização de secreções respiratórias como intubação, aspiração de vias aéreas ou indução de escarro, deverá ser utilizado precaução por aerossóis, com uso de máscara N95.

 

Texto: Karol Coelho – ASCOM Basílica Santuário de Nazaré / Comunicado da Arquidiocese de Belém / Com informações do Ministério da Saúde

Faça a sua doação

Para a modernização dos equipamentos de transmisão da SANTA MISSA

Share This