loader image
Pe. Rosinei Maria de Souza

Rosinei de Souza é o 12º dos quatorze irmãos, filhos Anacleto Miguel de Souza e Clemência Maria de Souza. Vindo de uma família inteiramente religiosa, engajados em atividades da Igreja. Nasceu no município de Tomé Açú, localizado no nordeste do estado do Pará.

Aos 17 anos, começou a dedicar-se fervorosamente às coisas de Deus, aos serviços da comunidade Santa Luzia na cidade de Tomé-Açu (PA). Em 2008 ingressou no Seminário pertencente aos padres Xaverianos. Um desafio. Abdicou do emprego, convivência com a família e dedicou-se inteiramente à esta nova fase. Os seis primeiros meses foram desafiadores. Conviver com o silêncio era a sua maior dificuldade, uma vez que a interação social, era um costume nostálgico ao qual foi adquirido com a família, diante as reuniões, brincadeiras etc. Ainda assim, todos os dias, o seminarista sentia o seu coração o chamado de Deus que diariamente lhe dizia: “Eu preciso de você”. Fez parte dessa comunidade por dois anos e meio.

Então, guiado pela orientação de meu diretor espiritual decidiu fazer o pedido para entrar e fazer parte da Congregação dos Clérigos Regulares de São Paulo – Padres Barnabitas.

Foi recebido pelo Superior Provincial da época, Pe. Giovanni Maria Incampo, e pelo formador Pe. Paolo Maria Catel. Esso no ano de 2010 no mês de Junho. No dia 05 de Julho na festa do fundador Santo Antonio Maria Zaccaria recebeu a notícia de que aceito para ingressar no grupo de postulantes. Em 2011 foi aprovado para realizar o noviciado em Brasília.

Este foi um período de profunda entrega e de oração constante para o amadurecimento vocacional. Fez a primeira profissão no dia 14 de Janeiro de 2012. Em seguida, iniciou a missão em Santiago-Chile para os estúdios teológicos.

No dia 09 de julho de 2016 foi enviado para Roma para o processo final em preparação para receber os votos perpétuos e ordenação diaconal. Atuou como diácono durante seis meses. No dia 14/01/2017 foi ordenado sacerdote.

Seguiu servindo na Paróquia de São Miguel Arcanjo, localizada em São Miguel do Guamá (PA). De lá, foi enviado para Belém, onde atua na Basílica Santuário de Nazaré, onde já atua há 1 ano e 2 meses.

Que a durabilidade de qualquer vocação seja ela matrimonial ou sacerdotal entre outras, está no fato de assumirmos com responsabilidade o chamado de Deus nos tornando cristão de verdade, que luta no dia a dia a ter uma vida ativa na Igreja, pois aí está a chave para uma resposta adulta; ser cristão, ser de Cristo, viver para o Cristo. Entender que nós enquanto filhos devemos obediência ao Pai, e a vocação é um chamado divino “Eu vos escolhi” e a nós cabemos responder “eis me aqui Senhor, para fazer a sua vontade” (Padre Rosinei M. de Souza)

Faça a sua doação

Para a modernização dos equipamentos de transmisão da SANTA MISSA