Sexta-feira 10ª semana TC: Reflexão do Evangelho

Reflexão do Evangelho – Mateus 5,27-32

A indissolubilidade do Matrimônio

Por Padre Ferdinando Maria Capra, CRSP

Realiza a justiça de Deus aquele que escuta a mensagem de Cristo Jesus. Movido pelo Espírito, vive a indissolubilidade do Matrimônio, praticando a mortificação do seu corpo, em todos os sentidos. O Matrimônio é uma instituição natural que, por si, une ‘numa só carne’ o homem à mulher. Para o cristão, são as núpcias de Cristo com a sua Igreja, realizadas na cruz, momento em que o Esposo purifica a sua Esposa com o seu sangue, que devem inspirar a sua fidelidade. O instinto egoístico é dominado pela submissão de um ao outro, no serviço que revela, nos cônjuges, o amor em Cristo (Efésios 5,21).

Renega o seu Matrimônio o cônjuge que se divorcia e estabelece uma nova união conjugal. Ele não entrará no Reino dos Céus (v.20).

Padre Ferdinando Maria Capra pertence à Ordem dos Clérigos de São Paulo (Barnabitas) e serve no Rio de Janeiro (RJ).