Sábado, 12ª semana TC: Reflexão do Evangelho

Reflexão do Evangelho – Lucas 2,41-51

Imaculado Coração de Maria

 Maria e os mistérios do seu Filho

Por Padre Ferdinando Maria Capra, CRSP

A narrativa do reencontro de Jesus no templo é a última das sete reflexões sapienciais da Igreja apostólica que, à luz dos acontecimentos da vida messiânica de nosso Senhor Jesus Cristo, “manifestado Filho de Deus com poder, em Espírito de santidade, pela sua ressurreição dos mortos” (Rm 1,4).

A resposta de Jesus à mãe, que o questionava acerca do seu comportamento, deixa perplexa Maria que, todavia, “conservava no seu coração todas estas coisas” (v.51). Aquela que já aceitara no seu seio o Santo, o Filho de Deus, concebido por obra do Espírito Santo, só podia crescer na fé, não obstante fosse surpreendida pelos extraordinários acontecimentos. Jesus é o Filho que o anjo anunciou aos pastores ser motivo de grande alegria porque é o “Salvador, Cristo Senhor”.

Agora, este seu filho fala por si mesmo, profeticamente, anunciando qual é o termo último da sua missão, aquele de: sempre viver em vista de uma morada que terá que se tornar a morada de todos, uma vez que a tiver preparado. Com estas providenciais experiências, Maria, que “conservava todas estas coisas no seu coração”, acompanhava na fé, na esperança e na caridade, Jesus, do qual o arcanjo Gabriel lhe havia dito: “Ele será grande, será chamado Filho do Altíssimo”.

Padre Ferdinando Maria Capra pertence à Ordem dos Clérigos de São Paulo (Barnabitas) e serve no Rio de Janeiro (RJ).