Terça-feira, 4ª Semana da Páscoa: Reflexão do Evangelho

Reflexão do Evangelho – João 10,22-30

A irresistível atuação do Filho

Por Padre Ferdinando Maria Capra, CRSP

O inverno indica a condição de frieza dos adversários de Jesus. Não querem acreditar em Jesus Messias porque seu coração está pervertido. Jesus volta, aqui, a lembrar as obras que ele fez (5,36) e que testemunham que ele é o Messias: expulsão dos vendilhões do templo, cura do servo do oficial do rei, conversão dos samaritanos, cura do paralítico, multiplicação dos pães, cura do cego. Ele é a Sabedoria que será justificada pelas suas obras. Por isso, a sua geração terá um julgamento severo porque não reconheceu nele Aquele que é maior de Salomão. Não reconhece o Pastor, que o Deus de Israel prometeu suscitar (Ezequiel 34).

Quando João escreve, a história já provou que Jesus fundou o Novo Israel, conduzindo para fora do recinto do templo as suas ovelhas que escutam a sua voz (a voz poderosa de Iahweh: Sl 29). Receberam a vida do Bom Pastor. Elas jamais se perderão. Ninguém vai arrancá-las das mãos do Pai, nem das mãos de Jesus, porque foi o Pai que a ele as conduziu, pela própria pedagogia da Lei e ele é Um com o Pai (v.30).

 

Padre Ferdinando Maria Capra pertence à Ordem dos Clérigos de São Paulo (Barnabitas) e serve no Rio de Janeiro (RJ).

Faça a sua doação

Para a modernização dos equipamentos de transmisão da SANTA MISSA