4º Domingo da Páscoa: Reflexão do Evangelho

Reflexão do Evangelho – João 10,27-30

Por Padre Ferdinando Maria Capra, CRSP

Vemos Jesus sempre na sua atividade incessante de ensinar. Os milagres que ele opera têm a específica função de fundamentar a sua condição messiânico-divina.

Pacientemente, ele atende os escribas e os fariseus, enquanto, ao mesmo tempo, os admoesta e até verbera, na sua fúria profética.

Chega até a declarar que estão em pecado, porque recusam a evidência da verdade.

Nós, pelo contrário, encontramos a oportunidade de aprofundar a doutrina de Jesus acerca da sua condição. Atraídos pelo Pai, a Ele nos achegamos e Ele não nos recusa. Ele se compraz porque escutamos a sua voz. Ele, então, como Bom Pastor nos conduz. Efunde sobre nós uma condição de vida eterna, na qual nos engajamos, observando os seus mandamentos, como de quem é Verdade e Vida, Um com o Pai (v.30), Unigênito Deus. Voltado para o Pai, em Deus, na condição de ‘Palavra da Vida, Vida, Vida eterna, é Luz do mundo. Não andamos mais nas trevas porque ele é Luz que procede da Vida.

 

Padre Ferdinando Maria Capra pertence à Ordem dos Clérigos de São Paulo (Barnabitas) e serve no Rio de Janeiro (RJ).

Faça a sua doação

Para a modernização dos equipamentos de transmisão da SANTA MISSA