Aprovação Pontifícia dos Clérigos Regulares de São Paulo

Com muita alegria, a Ordem dos Clérigos Regulares de São Paulo festeja o entusiasmo com a chegada de novos membros ao convívio fraterno e o pedido feito pelo seu fundador, Santo Antônio Maria Zaccaria, à Santa Sé para a aprovação da Ordem. A aprovação para a fundação dos Padres e Irmãos Barnabitas veio, oficialmente, em 18 de fevereiro de 1533 pelas mãos do Papa Clemente VII. Em 2022, completam-se 489 anos dessa data tão importante.

A seguir está a ata da fundação oficial da Ordem, escrita pelo Pe. João Batista Soresina:

“O princípio de nossa Congregação foi no ano de 1533, em S. Catarina, perto da Porta Ticina. O Superior foi o muito R. Pe. Antônio Maria Zaccaria, gentil-homem cremonense e filho único, e com ele esteve o nobre Sr. Bartolomeu Ferrari, o Magnífico Sr. Tiago Antônio Morigia, o Pe. Francisco de Lecco, o Sr. Camilo de Negri e o Sr. Melchior Soresina (chamado depois de João Batista), Sr. Francisco de Crippa, Sr. João Tiago dos Caseis, todos milaneses. Assim, estando o R. Padre cheio de ardente desejo de principiar a fundar a Congregação, passaram todos juntos, em S. Catarina perto de Porta Ticina, a viver em comum. Todos eles levaram o que lhes ocorreu como necessário. Quanto ao resto, fomos ajudados na subsistência pela Ilma. Sra. Condessa de Guastalla, que se servia do R. Padre para fundar o Mosteiro de S. Paulo Convertido, na Porta Ludovica”.

Hoje, a nossa Constituição contempla esta data e diz: “A nossa família, composta de sacerdotes, de candidatos ao sacerdócio e de irmãos coadjutores, que professaram, é Ordem clerical de votos perpétuos e solenes, de direito pontifício, aprovada por Clemente VII em 1533. Na tradição doméstica é denominada Congregação e seus membros chamam-se Barnabitas, em lembrança da Igreja de São Barnabé, em Milão, que lhes foi o primeiro centro de atividade” (Const. n.2).

Agradeçamos a Deus pela vocação dos primeiros membros da Ordem, e peçamos ao Espírito Santo para que sempre ilumine a todos os Padres e Irmãos Barnabitas, assim também, aos formandos que estão se preparando para continuarem o projeto de Santo Antônio Maria Zaccaria na Igreja.

Texto: Irmão Isaac Maria Segovia – Chanceler da comunidade

Fotos: ASCOM Basílica Santuário de Nazaré

Faça a sua doação

Para a modernização dos equipamentos de transmisão da SANTA MISSA