Casais de São Paulo: missa marca celebração da Conversão de Paulo Apóstolo e troca de insígnias

Na ultima terça-feira, 25, os Casais de São Paulo Apóstolo se reuniram em uma Santa Missa para, festivamente, lembrar o dia da Conversão de São Paulo, maior Apóstolo do Evangelho.  A celebração foi presidida pelo Padre José Adelson Maria Ramos das Mercês, na Capela dos Padres Barnabitas, às 18h.

Para consagrar-se ao grupo, é necessário passar por três anos de formação, constituídos nas seguintes etapas: aspirantado, postulantado e discipulado. Aproveitando o ensejo, também foi realizada a cerimonia de passagem dos integrantes que estavam na segunda fase de formação para a última etapa. Com essa conclusão, aconteceu a troca de insígnias: de bronze passaram a ser de prata.

Segundo Amanda Salomão, coordenadora do grupo, “os leigos só vão estar aptos à missão após a terceira etapa. Ontem, foi a missa de passagem para a ultima etapa de formação, na qual será a continuidade do estudo das Cartas de São Paulo, e, também, será feito um estudo mais aprofundado sobre Santo Antonio Maria Zaccaria, fundador dos Casais de São Paulo”, explica.

Ainda de acordo com a coordenadora, as etapas são especificamente as seguintes:

  1. Aspirantado: é a fase inicial. Neste período de formação acontece o discernimento dos integrantes; entendimento do carisma e conhecimento do grupo. Por este motivo, não recebem insígnia.
  2. Postulantado: aqui acontece o estudo sobre os documentos da Igreja e recebem a primeira insígnia.
  3. Discipulado: o momento mais intenso de estudo, tanto sobre as Cartas e Evangelhos de São Paulo quanto os ensinamentos de Santo Antonio Maria Zaccaria. Os casais trocam a cor da insígnia para a definitiva e estão aptos a realizar as missões exercidas pelo grupo.

 

Sobre São Paulo:

Paulo, inicialmente, era de religião judaica. Conhecido como Saulo de Tarso, antes da conversão perseguia os cristãos, impedindo-os de que vivessem a fé livremente. De perseguidor, tornou-se seguidor de Cristo. Sua conversão é encontrada no capítulo 9 dos Atos dos Apóstolos: “Enquanto isso, Saulo só respirava ameaças e morte contra os discípulos do Senhor. Apresentou-se ao príncipe dos sacerdotes e pediu-lhes cartas para as sinagogas de Damasco, com o fim de levar presos, a Jerusalém, todos os homens e mulheres que seguissem essa doutrina. Durante a viagem, estando já em Damasco, subitamente o cercou uma luz resplandecente vinda do céu. Caindo por terra, ouviu uma voz que lhe dizia: ‘Saulo, Saulo, por que me persegues?’. Saulo então diz: ‘Quem és, Senhor?’. Respondeu Ele: ‘Eu sou Jesus, a quem tu persegues. Duro te é recalcitrar contra o aguilhão’. Trêmulo e atônito, disse Saulo: ‘Senhor, que queres que eu faça?’ respondeu-lhe o Senhor: ‘Levanta-te, entra na cidade, aí te será dito o que deves fazer’”.

 

Paulo é tornou-se um grande apóstolo da Igreja, modelo de todos os cristãos.

Faça a sua doação

Para a modernização dos equipamentos de transmisão da SANTA MISSA