loader image
Descida da Imagem Original do Glória emocionou fiéis

Um dos momentos mais aguardados da programação do mês mariano e das comemorações da elevação da Basílica de Nazaré a categoria de Santuário Mariano da Arquidiocese de Belém, aconteceu neste sábado (26): a descida da Imagem Original de Nossa Senhora de Nazaré do Glória, local onde permanece quase o ano inteiro. O momento aconteceu durante a Santa Missa das 17h, que foi presidida pelo Arcebispo Metropolitano de Belém, Dom Alberto Taveira Corrêa.

Durante a homilia, Dom Alberto ressaltou que “a sociedade está cheia de sentimentos insolúveis e que não podemos desligar a terra do céu. Deus não é difícil de ser compreendido e que para isso é necessário senti-lo, primeiramente, no coração”.

A cerimônia de Descida da Imagem Original, a mesma achada às margens do igarapé Murutucu, no ano de 1700, por Plácido José de Souza, foi conduzida por integrantes da Guarda de Nossa Senhora de Nazaré que, emocionados, retiraram cuidadosamente a Imagem do Glória e a colocaram em uma redoma de vidro, onde vai ficar mais perto dos fieis até a próxima quarta-feira (30).

A Imagem Original de Nossa Senhora de Nazaré permanece no Glória (espaço elevado em mármore branca, ornado com anjos e esplendores) durante o ano todo, sendo retirada somente em dois momentos: na comemoração da elevação da Basílica a categoria de Santuário Mariano da Arquidiocese de Belém, e no dia que antecede a procissão do Círio de Nazaré.

 

Imagem Original

A chamada de imagem “Original” é uma escultura em estilo Barroco confeccionada em madeira que foi encontrada por Plácido José de Souza, no ano de 1700. Ela possui 28 cm de altura e apresenta traços de uma senhora portuguesa. Já foi reformada três vezes, a primeira entre 1773 e 1774. Em seu retorno, após a primeira restauração, foi levada em uma grande procissão que saiu do porto de Belém seguindo até a ermida, no arraial de Nazaré. A segunda restauração aconteceu em 1846, quando a imagem foi novamente enviada a Portugal.

Em 1953, durante a realização do VI Congresso Eucarístico Nacional em Belém a imagem recebeu o manto e a coroa pontifícia, por determinação do Papa Pio XII. O manto, confeccionado em cetim, juntamente com a coroa, são trabalhados com fios de ouro e pedras preciosas. Foi a primeira vez que a imagem saiu da Basílica, desde que foi trasladada da antiga matriz para o interior do templo, em 1920. Depois, saiu apenas em 1980, quando da visita do Papa João Paulo II a Belém, e em 1993, no Círio 200.

 

Texto: Aline Andrade – ASCOM Basílica Santuário de Nazaré

Fotos: Andreia Teixeira, Aline Andrade e Fabrício Coleny – Ascom e Marketing Basílica Santuário de Nazaré

 

 

Faça a sua doação

Para a modernização dos equipamentos de transmisão da SANTA MISSA

Share This