Dia Mundial da Paz: Cristãos são convidados a seguir Jesus em suas obras de Misericórdia

Há cinquenta e quatro anos celebramos de forma oficial o Dia Mundial da Paz. A data foi estabelecida, após o então Papa Paulo VI proclamar uma mensagem com o intuito de promover o sentimento de paz pelo mundo, então marcado pela Guerra Fria e pela instabilidade bélica.

Neste dia, a proposta é que os cristãos celebrem não tão somente a busca pela paz relacionada com a quietude e a ausência de conflitos, mas também a paz que mude a realidade de muitas pessoas que sofrem com as desigualdades sociais, bem como com a violência, a fome e a miséria. Neste caso, esta data representa um convite à “conversão” que vise à inclusão universal das pessoas.

Na mensagem para o Dia Mundial da Paz deste ano, o Papa Francisco ressaltou que “não há paz sem a cultura do cuidado”, tendo em vista o contexto social desigual e até mesmo desumano diante a pandemia vivida no último ano.

Segundo o pontífice, esta cultura do cuidado deve ser baseada na vida de Jesus em suas obras de misericórdia (leia a mensagem, na íntegra)

Todos os anos o Vaticano realiza uma cerimônia oficial sobre a data, havendo sempre um novo tema para o Dia Mundial da Paz escolhido pelo próprio Papa.

Fotos: Vatican Media

Texto: Yêda Sousa – ASCOM Basílica Santuário de Nazaré

Faça a sua doação

Para a modernização dos equipamentos de transmisão da SANTA MISSA

Share This