loader image
Imagem Original de Nossa Senhora de Nazaré – Rainha da Amazônia!

A devoção mariana em Belém do Pará iniciou em 1700, quando Plácido José de Souza, às margens do Igarapé Murucutu, encontrou uma pequena Imagem de Nossa Senhora de Nazaré. Foi devido a esse fato divinal que a Basílica Santuário de Nazaré foi erguida, assim como o Círio passou a ser realizado e elevado a nível mundial, como uma das maiores e belas festividades religiosas existentes.

A Padroeira dos Paraenses tem seus atributos que remetem os traços de uma mulher portuguesa. É uma escultura em estilo Barroco confeccionada em madeira, possui 28 cm e mantém-se fiel a suas origens mesmo com as reformas pelas quais passou: onde a primeira foi entre 1773 e 1774. Durante esse período em que era reparada em Portugal, chegou o grande dia do seu retorno, trazendo consigo, uma grande festa na sua volta para a Cidade, levada em grande procissão saindo do porto de Belém que seguiu até o arraial de Nazaré.

Sua segunda restauração ocorreu nos anos de 1846, deslocou-se também até Portugal para os devidos fins. Em 1953, durante a realização do VI Congresso Eucarístico Nacional em Belém a imagem recebeu o manto e a coroa pontifícia, por determinação do Papa Pio XII. O manto, confeccionado em cetim, juntamente com a coroa, são trabalhados com fios de ouro e pedras preciosas. Foi a primeira vez que a imagem saiu da Basílica, desde que foi trasladada da antiga matriz para o interior do templo, em 1920. Depois, saiu apenas em 1980, quando da visita do Papa João Paulo II a Belém, e em 1993, no Círio 200.

Todos os anos, a Imagem Original desce do Glória apenas duas vezes: em maio, devido ao mês mariano e as comemorações do aniversário de elevação da Basílica de Nazaré à categoria de Santuário e em outubro, durante os festejos da quadra nazarena.

Fotos e texto: ASCOM Basílica Santuário de Nazaré

Faça a sua doação

Para a modernização dos equipamentos de transmisão da SANTA MISSA

Share This