Mês das vocações: O Sacerdote como espelho de Cristo

“O Sacerdote é o amor do Coração de Jesus. Quando virdes o padre, pensai em Nosso Senhor Jesus Cristo” (São João Maria Vianney).

O mês de agosto é dedicado às vocações. A cada domingo, uma vocação é relembrada para que a importância das mesmas sejam reconhecidas pelos fieis. Neste primeiro domingo, as orações são voltadas aos sacerdotes que disseram “sim” ao chamado divino e trilharam com perseverança o caminho da santidade.

São João Maria Vainney é o padroeiro dos sacerdotes, e sobre os mesmos ele diz o seguinte: “O padre não é para si. Não dá a si a absolvição. Não administra a si os sacramentos. Ele não é para si, é para vós”. Sim, de fato se deve ter os sacerdotes como pastores que conduzem o seu rebanho (os fiéis) em direção à Cristo, consolar os aflitos, animar os entristecidos, levar o evangelho a localidades que necessitam. O papel do leigo é acolher os sacerdotes, colaborar com o trabalho pastoral deste missionário, ser apoiador e incentivador das obras divinas.

Em Nazaré, desde janeiro de 1905, os Padres Barnabitas desenvolvem com empenho a incumbência que lhes foi confiada pela Arquidiocese de Belém: cuidar e preservar a Basílica Santuário de Nazaré. Então, há mais de 100 anos, esses sacerdotes dedicam as vidas para a missão evangelizadora da Igreja de Cristo, além do belíssimo trabalho a Nossa Senhora de Nazaré ao que foram os maiores responsáveis pelo aumento da devoção mariana no Estado ao lado do povo paraense.

Sempre operantes, os Padres Barnabitas oferecem inúmeros serviços à população através dos mais de 20 setores entre Pastorais, Movimentos e Ministérios que são atuantes graças aos leigos que generosa e voluntariamente servem a grande e extensa família nazarena, incluindo os milhares de peregrinos, romeiros e devotos que visitam e compartilham o espaço sagrado da Basílica Santuário e da Paróquia de Nazaré.

Também tiveram outros feitos como a idealização e construção da Casa de Plácido, o inicio da transmissão da Santa Missa pela Rede Vida de Televisão, a criação da Escola Nazarena da Fé, o lançamento da Revista Santuário, contribuíram com Reconhecimento do Círio de Nazaré como Patrimônio Cultural da Humanidade pela UNESCO, a construção dos arcos fixos na Avenida Nazaré, a criação da Romaria dos Corredores, a implantação do calçadão em frente à Basílica Santuário com o apoio da Prefeitura de Belém, a inauguração da Loja Lírio Mimoso; também foram responsáveis pelas campanhas de construção da Capela Bom Pastor e reforma do Centro Social de Nazaré, além  de presença no processo de aquisição do terreno do Exército próximo à Basílica Santuário.

Neste dia, em especial, rezemos todos pelos sacerdotes!

Faça a sua doação

Para a modernização dos equipamentos de transmisão da SANTA MISSA