Milagres de Santo Antonio Maria Zaccaria: aquele que floresce

A palavra do Senhor diz: “Tudo posso Naquele que me fortalece” (Filipenses 4,13). A Carta aos Filipenses mostra que o poder de Deus supera nossas limitações e, mais uma vez, isso fica demonstrado na história de uma família guamaense.

Essa é a história do casal Elton Morais Mafra, 38 anos, e Jociene Conceição Lima da Silva, 33 anos, ambos oriundos da cidade de São Miguel do Guamá. Quando ainda eram noivos, descobriram que seriam pais em 2011. O casal percebeu a gravidez quando já estava no terceiro mês da gestação. Com 23 semanas, lamentavelmente, ela perdeu a criança.

Casaram no mesmo ano e, em janeiro de 2012, veio uma segunda gravidez. A alegria se apoderou do coração de todos, entretanto, mais uma vez perderam o bebê. Dessa vez, no quinto mês de gravidez.

Em 2019, por ocasião do Encontro de Casais com Cristo (ECC) na paróquia, Elton e Jociene, que era o casal responsável por entrar em contato com os palestrantes, convidaram-me para fazer a pregação nesse encontro. Como estavam incumbidos de organizar o Setor Palestra, eles receberam a comitiva que veio do seminário e nos levaram para almoçar.

Durante o almoço eu, que não conhecia o casal, perguntei como estavam os filhos deles e a esposa respondeu: “Estão todos no céu”. Meu coração se encheu de compaixão, senti uma emoção singular. No silêncio do meu coração, clamei a Deus que olhasse com misericórdia àquele casal. Pedi-lhes que contassem um pouco da sua história, assim o fizeram. A esposa, emocionada, pediu que eu rezasse por eles para que pudessem alcançar a graça de conceber um filho.

Naquele momento, veio-me à mente a figura de Santo Antônio Maria Zaccaria (SAMZ), pensei: “Ele é Médico de formação, por isso entende das mazelas do corpo; é Sacerdote, portanto, entende das enfermidades espirituais; é Santo, consequentemente, lá do céu, pode fazer muito por essa jovem”. Impus as mãos sobre ela, invoquei a SAMZ. Enquanto eu rezava, senti a certeza no coração que ela iria ficar grávida de um menino. Quando terminei a oração disse-lhe o que eu havia sentido e acrescentei: “Colocarás nele o nome Antônio Maria em gratidão ao santo pela intercessão. Perguntei-lhe: tu tomas posse do que estou te dizendo?”, ela respondeu: “Acolho na fé, padre”.

Retornei à comunidade onde eu residia e, depois de alguns meses, voltei a São Miguel em outra missão. Para minha surpresa encontrei a jovem senhora gestante, já tendo superado os meses que ela, geralmente, perdia o feto. Quanta alegria senti naquele momento, vi em seus lábios um sorriso iluminado, expressão de uma santa realização. Dia 05 de outubro de 2020, o casal havia descoberto que estavam esperando mais um filho. No dia 15 de maio de 2021, o tão sonhado milagre nasceu. Qual o nome do pequeno milagre? Chama-se Antônio Maria.

O nome Antônio tem sua raiz no grego ANTHEROS e significa “flor que se abre, que floresce”; Maria tem sua origem no Hebreu MYRIAN, quer dizer “escolhida, amada”. Com base nisso, arrisco-me a dizer que essa criança é uma flor amada e escolhida por Deus, que veio florescer no coração de seus pais, da Igreja, que embelezará e perfumará o mundo, pois um milagre é sempre um sinal do céu.

O Batizado

No dia 28 de setembro de 2021, às 19h30, na semana da festividade paroquial, em uma missa celebrada na Igreja Matriz de São Miguel Arcanjo, tivemos a graça de batizar o pequeno Antônio Maria. Foi a primeira vez que vi, pessoalmente, essa pequena dádiva de Deus.

No início do rito batismal, a liturgia pede que o presidente trace o sinal da cruz na fronte do batizando. Com esse sinal, o presidente da celebração, em nome da comunidade, recebe aquele que será batizado. Quando tracei a cruz na fronte de Antônio Maria, ele abriu um terno e espontâneo sorriso, fiquei emocionado. Vi ali a pureza do amor de Deus, era um sorriso diferente, que me tocou a alma.

Antônio Maria, apesar da extensa celebração, passou toda a missa tranquilo, observando as artes do templo. Fixava constantemente o olhar na jovem que cantava e tocava. Por vezes, dormia tranquilamente. Toda a comunidade estava maravilhada com essa linda graça.

Ao término da cerimônia, entreguei aos pais dois livros com orações devocionais a SAMZ e um quadro do mesmo santo, no qual escrevi atrás: “28-09-2021, batizado de Antônio Maria, flor que Deus plantou no coração de seus pais, milagre que mostra que para Deus nada é impossível”.  Convidei-os a todo dia 05 do mês rezar a novena em honra a SAMZ como sinal de gratidão a Deus pela graça alcançada.

Antes da bênção final, o pequeno Antônio foi consagrado a Nossa Senhora Mãe da Divina Providência e a Santo Antônio Mª Zaccaria.

Milagres são sinais que Deus nos dá de sua diligência para conosco, fortalecem nossa fé e são instrumentos santos que nos ajudam a seguir Cristo mais de perto. Os santos são grandes colaboradores nisso, Santo Antônio Maria tem sido canal de muitas graças, ainda hoje, na Igreja de Jesus Cristo.

SAMZ, rogai por nós!

Texto: Pe. Francisco Maria Cavalcante, CRSP

 

Faça a sua doação

Para a modernização dos equipamentos de transmisão da SANTA MISSA