Quinta-feira, 15ª semana do Tempo Comum

Reflexão do Evangelho – Mateus 11, 28-30

Diante do radicalismo das exigências que Jesus apresenta ao discípulo que quer segui-lo, que poderia levar ao desânimo, há somente uma maneira para superá-lo: assumir o jugo com a mesma determinação com a qual o nosso Mestre e Guia aceitou carregar a sua cruz. São os mansos que “possuirão a terra” (Mt 5,5), como o foi o Servo de Iahweh, na condição de “cordeiro levado ao matadouro sem abrir a boca” (Is 53,7). Encontram descanso os filhos que aceitam a correção de Deus (Hb 12,7), porque: “Devemos submeter-nos ao Pai dos espíritos, para termos a vida” (v.9). É 1Jo 5,3-5 que nos oferece a motivação: os mandamentos de Deus não são pesados porque nos tornam vencedores do mundo. É isto que nos permite estar sempre em comunhão com Deus, pela fé em Jesus, o Filho de Deus.

 

Padre Ferdinando Maria Capra pertence à Ordem dos Clérigos de São Paulo (Barnabitas) e serve no Rio de Janeiro (RJ).