Quinta-feira, 16ª semana do Tempo Comum

Reflexão do Evangelho – Mateus 13, 10-17.

A explicação que Jesus dá aos Apóstolos revela a situação em que se encontram os homens quando não correspondem à iniciativa de Deus: estão arriscados a cair na perdição definitiva, não fosse a atuação misericordiosa que está se revelando nele, o Filho que o Pai consagrou e enviou ao mundo. Esta condição deve ser tipificada com aquela de Israel que se tornou um povo cego e surdo devido aos seus pecados. Jesus tenta ensiná-lo para que advirta a gravidade da condição em que se encontra. Os Apóstolos podem se considerar felizes porque mostraram ser um terreno capaz de produzir frutos. Os seus olhos já se abriram, como também os seus ouvidos, porque a tudo renunciaram para segui-lo.

Purificados, estão em condição de receber a Palavra daquele que o Pai enviou ao mundo. A Verdade que estão em condição de conhecer os tornará homens livres.

 

Padre Ferdinando Maria Capra pertence à Ordem dos Clérigos de São Paulo (Barnabitas) e serve no Rio de Janeiro (RJ).