Reflexão Quaresmal – Quarta-feira – 06 de Abril

Quarta-feira, 5ª semana da Quaresma

 

João 8,31-42                   A culpa dos escribas e fariseus

 

O debate, que se estabeleceu desde a provocação de Jesus com a cura do paralítico em dia de Sábado (João 5), torna-se agora a uma diatribe. Contra a acusação profética de Jesus, os escribas e fariseus respondem, arraigados na negação da evidência da verdade, com o insulto.

Jesus já provou que vem de Deus. O seu pecado os levará à morte porque está promovendo neles a determinação de matá-lo. Já não podem mais pensar de ter Deus como Pai, alegando que são filhos de Abraão, uma vez que não reconhecem em Jesus o Filho que, sendo a Verdade, Um com o Pai no amor, os pode libertar da escravidão do Mal.

A argumentação de Jesus procede por palavras ganchos. Afirmado o processo da nossa realização na Verdade, Jesus o explicita. Livra-se aquele que, na condição de verdadeiro filho de Abraão, crê. Quem, após ter escutado toda a minha argumentação, em lugar de abraçar a Verdade, quer me matar, está pecando. Não pode reconhecer em mim o Deus de Abraão, que me enviou. Seu pai é outro.

Texto: Padre Ferdinando Maria Capra, CRSP

Faça a sua doação

Para a modernização dos equipamentos de transmisão da SANTA MISSA