Santo Antonio Maria Zaccaria

Reflexão do Evangelho – Mateus 19, 23-29

Impressiona ver quão facilmente alguém pode perder a oportunidade única de se realizar devido a um apego desordenado. As riquezas levam um jovem entusiasta a não avaliar a importância do convite peculiar que Jesus lhe dirige. Se tivesse escutado aquele que ele saudou com o título de ‘Bom mestre’, teria criado para si um tesouro no céu, ao distribuir seus bens aos pobres, e teria transformado a sua vida num caminho de plena realização, na condição de discípulo de Cristo. Mostrou ser um mesquinho, a ponto de provocar uma grave sentença por parte de Jesus, que deixou os apóstolos assustados. Compreendemos, todavia, por aquilo que Jesus lhes disse em seguida, quanto ganham os que respondem ao chamado: “Vós que tudo deixastes recebereis o cêntuplo na terra e, no céu, a vida eterna” (v.29). Jesus está falando da graça concedida àquele que vive virtuosamente, que nunca lhe será tirada, infinitamente superior a qualquer riqueza material.

Padre Ferdinando Maria Capra pertence à Ordem dos Clérigos de São Paulo (Barnabitas) e serve no Rio de Janeiro (RJ).