Segunda-feira, 14ª semana do Tempo Comum

Reflexão do Evangelho – Mateus 9, 18-26

     É a fé em Cristo que salva

Os milagres que a catequese apostólica esteve lembrando e que os evangelistas nos apresentam nos seus escritos têm a sua significação exata, enquanto os reconhecemos como sinais da messianidade de Jesus. Jesus veio libertar o homem da escravidão do Mal (Gl 1,4). As doenças físicas e a própria morte corporal são as suas manifestações e encontram a sua elucidação última nos exorcismos. A fé é a condição que possibilita a ação do Onipotente; e ela é algo que o próprio Jesus, com a fama que alcança, ajuda a ter. Com a cura da hemorroíssa e a ressurreição da filha de Jairo nos são apresentados momentos da vida de Jesus que querem ilustrar, mais uma vez, a vocação messiânica de Jesus e a sua condição divina. Dessa forma, nos ajudam a crer sempre mais firmemente que “Jesus é o Cristo, o Filho de Deus, e para que, crendo, tenhamos a vida em seu nome” (Jo 20,31).

 

Padre Ferdinando Maria Capra pertence à Ordem dos Clérigos de São Paulo (Barnabitas) e serve no Rio de Janeiro (RJ).