Sexta-feira, 15ª semana do Tempo Comum

Reflexão do Evangelho – Mateus 12, 1-8

Desde que Jesus provou que não é pecado curar em dia de sábado, os fariseus procuram surpreendê-lo com questões capciosas que, se de um lado mostram a ociosidade de questionamentos de uma religiosidade reduzida à observância de preceitos humanos, de outro lado provocam pronunciamentos preciosos para a nossa instrução. Jesus aproveita as oportunidades para explicar, enquanto argumenta com os seus interlocutores, que ele é o Filho do Homem, maior que o templo, porque é o Senhor do sábado.

Devemos, portanto, nos preocupar de praticar uma justiça maior daquela dos escribas e dos fariseus para entrar no Reino dos céus, qual Jesus, na condição de Sabedoria encarnada, vai nos anunciando, enquanto leva à perfeição a Lei.

 

Padre Ferdinando Maria Capra pertence à Ordem dos Clérigos de São Paulo (Barnabitas) e serve no Rio de Janeiro (RJ).