Sexta-feira, 2° Semana da Páscoa: Reflexão do Evangelho

Reflexão do Evangelho – João 6,1-15

A importância da linguagem figurativa

Por Padre Ferdinando Maria Capra, CRSP

Pela narrativa da multiplicação dos pães, João introduz a doutrina que desenvolverá ao longo do capítulo inteiro. É importante advertir o simbolismo dos gestos que João descreve, que se encontra, também, no diálogo que ele estabelece com Filipe, que revela a impotência humana diante do desafio que a Divindade lança: “Dai-lhes vós mesmos de comer”. Jesus pode dar o alimento que sacia as aspirações do homem. Aos discípulos que o escutam e se convencem que ele é o Verdadeiro e que ao se manifestar na carne a eles que exclamam: “Senhor, dá-nos sempre deste pão”, Jesus proclama: “Quem vem a mim, nunca mais terá fome, quem crê em mim nunca mais terá sede”. Está estabelecido o simbolismo do alimento que se apresenta na Eucaristia: O Pão e o Vinho, que Jesus manda consagrar para que se torne presente a sua imolação de Cruz, são o sinal sensível da graça invisível daquele que se proclama Verdade e da Vida.

Padre Ferdinando Maria Capra pertence à Ordem dos Clérigos de São Paulo (Barnabitas) e serve no Rio de Janeiro (RJ).

Faça a sua doação

Para a modernização dos equipamentos de transmisão da SANTA MISSA