Terça-feira, 7ª Semana da Páscoa: Reflexão do Evangelho

Reflexão do Evangelho – Lucas 1,39-56

A grandeza de Maria

Por Padre Ferdinando Maria Capra, CRSP

Em Maria, chamada para ser a Mãe de Deus, contemplamos os primeiros frutos da redenção que Jesus realizou. O esplendor da glória divina que Apocalipse 12 descreve e que atribui à Mulher vestida de sol, longamente explicitada em Apocalipse 21, é a condição que Jesus nos mereceu com a sua imolação. Nós, hoje, a contemplamos em Maria que, “para ser digna habitação do seu Filho, foi concebida sem mancha de pecado”. No privilégio da sua imaculada conceição temos a prova do amor incondicional daquele que fiel a si mesmo, porque é a Bondade, nos tornou “seus filhos adotivos em Jesus Cristo” (Efésios 1,5).

Com o quadro da Visitação, Lucas proclama, pelo Espírito que inspira Isabel, toda a grandeza de Maria. A mãe do nosso “Senhor” responde com o Magnificat, enquanto nos recorda que a “misericórdia de Deus se estende de geração em geração sobre aqueles que o temem” (Lucas 1,50). É para cantarmos: “Maravilhas o Senhor fez por nós, encheu-nos  de alegria” (Salmo 126,3).

 

Padre Ferdinando Maria Capra pertence à Ordem dos Clérigos de São Paulo (Barnabitas) e serve no Rio de Janeiro (RJ).